Update privacy choices
Notícias

Debate entre presidenciáveis é cancelado por atentado contra Bolsonaro

Yahoo Notícias
Púlpito do candidato Jair Bolsonaro (PSL) foi retirado de debate da TV Gazeta na notie de domingo (9). (Foto: Ronaldo Silva/Futura Press)

O debate entre presidenciáveis organizado pela revista Piauí e pelo portal Poder360, marcado para a próxima terça-feira (18), foi cancelado em decorrência do atentado contra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro. A decisão foi anunciada pelos veículos na manhã desta segunda (10).

Leia mais:
Bolsonaro continua em estado grave e terá de passar por nova cirurgia, diz hospital
Bolsonaro lidera primeira pesquisa após atentado com 30% das intenções de votos

Em nota, ambos afirmaram que “mantêm o interesse de realizar o debate no segundo turno, com as mesmas regras e formato inovadores”. A princípio, o debate da próxima semana ocorreria no Rio de Janeiro e tinha início programado para 10h. O evento seria transmitido pelo YouTube.

Vítima de uma facada enquanto cumpria ato de campanha em Juiz de Fora (MG), na última quinta (6), Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia de emergência na Santa Casa do município e, após ser transferido para o hospital Albert Einstein, em São Paulo, segue em recuperação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Nesta manhã, a unidade de saúde divulgou que ele deve passar por outra operação de grande porte para reconstruir o trânsito intestinal e retirar uma bolsa de colostomia.

Com a internação, o candidato do PSL não cumprirá agendas públicas, incluindo a participação em debates, até que seja realizado o primeiro turno das eleições, marcado para o dia 7 de outubro. O vice da chapa, General Mourão (PRTB) assumiu alguns de seus compromissos, enquanto outras tarefas foram delegadas aos filhos do capitão da reserva.

O primeiro debate após a agressão, promovido pela TV Gazeta, ocorreu na noite de ontem sem grandes polêmicas e com tom morno. Todos os presentes lamentaram publicamente a agressão ao deputado federal e tornaram a violência o principal assunto do encontro.

Na primeira pesquisa eleitoral realizada após o atentado, divulgada também esta manhã, Bolsonaro aparece liderando o levantamento com 30% das intenções de votos.

6 Reações

Leia também