Update privacy choices
Notícias

Está tipo o Criança Esperança, afirma advogado de agressor de Bolsonaro

CAROLINA LINHARES
Folhapress
Adelio Bispo de Oliveira saindo da Polícia Federal depois de prestar depoimento na última quinta-feira (6), em Minas Gerais. (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Desde que aceitou defender Adelio Bispo de Oliveira, que agrediu Jair Bolsonaro (PSL) a facada em Juiz de Fora, o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior recebeu propostas de clientes na BA e no RS.

O advogado diz receber o tempo todo ofertas de dinheiro para ajudar na defesa de Adelio. "As pessoas oferecem doação de R$ 200, R$ 1.000. Está tipo o Criança Esperança."

Oliveira Júnior diz receber também ameaças, mas afirma estar acostumado. Ele já defendeu outros criminosos de repercussão, como o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, condenado a 27 anos de prisão pelo assassinato da modelo Eliza Samudio em 2010.

Afirma ter receio, porém, pelos outros três advogados que chamou para atuar com ele no caso: Fernando Costa Oliveira Magalhães, Marcelo Manoel da Costa e Pedro Augusto de Lima Felipe e Passa.

O advogado insiste em manter sigilo sobre quem o contratou. "Ele tem filho, tem esposa, está certinho de se manter anônimo", afirma.

O contratante é da região de Montes Claros (MG), cidade de origem do agressor, e é alguém que teve contato com Adelio por meio da religião -que o advogado também não diz qual é. "Nunca vi ele pessoalmente", diz sobre o fiador.

282 Reações

Leia também