Update privacy choices
Notícias

Justiça manda Lula pagar mais de R$ 31 milhões no caso do tríplex

Yahoo Notícias
AP Photo/Andre Pennera

A juíza federal Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pague R$ 31.195.712,78 referentes a multa, custas processuais e reparação de danos no caso do triplex do Guarujá.

A decisão foi tomada nesta quinta-feira (30). A magistrada deu 15 dias para que Lula formule proposta de parcelamento.

LEIA MAIS: 

Dodge diz que espera que TSE decida sobre Lula antes do início do horário eleitoral

PT estuda quatro alternativas caso Lula seja impedido, afirma Haddad

Dilma Rousseff lidera corrida pelo Senado por Minas Gerais, aponta Ibope

O petista está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril. Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava jato. A pena definida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região é de 12 anos e um mês de prisão. A juíza pediu a abertura de conta judicial para que seja feito o depósito da quantia.

Carolina Lebbos determinou ainda que a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, não pode atuar como advogada do ex-presidente. Segundo o despacho, a lei proíbe que parlamentares exerçam função de advogado em casos que envolvam sociedades de economia mista, como a Petrobras.

Em nota publicada pelo site do PT, Gleisi rebateu a decisão, afirmando que nem a ditadura militar impediu advogados de visitarem presos e que a proibição se trata de mais um episódio de perseguição a Lula.


Reações

Leia também