Update privacy choices
Notícias

"Não jogo praga porque minha fé não permite", diz Marina sobre Bolsonaro

Yahoo Notícias
Foto: Wenderson Araujo

Presidenciável da Rede, Marina Silva afirmou, em tom de brincadeira, que só não “joga praga” no candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, porque sua fé não permite. Evangélica, a candidata deu a declaração na tarde da última quarta-feira (29) em sabatina promovida pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília.

Saiba mais:
Ausência de Lula e bronca de Marina Silva em Bolsonaro marcam o debate
Marina diz que ideias de Bolsonaro devem ir para a latrina da história

Marina mencionou a praga em resposta a uma pergunta sobre a diferença entre o eleitorado que julgou sua candidatura em 2014 uma “coqueluche” e, atualmente, considera como “coqueluche um candidato que é sua antítese” — uma referência indireta a Bolsonaro, líder nas pesquisas mais recentes em cenários sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Eu vou começar com uma brincadeira: eu só não vou desejar a ele (Bolsonaro) que aconteça com ele o que aconteceu comigo, porque a minha fé não me permite que jogar praga”, brincou a candidata da Rede.

Mais tarde, no mesmo evento, Marina se disse contra a flexibilização do porte de armas no campo — diferente de alguns de seus adversários, incluindo o próprio Bolsonaro.

“A solução para a segurança é que os bandidos não usem armas e não distribuir armas para que a população se proteja sozinha”, declarou, acrescentando que prover segurança é “obrigação” do Estado.

40 Reações

Leia também