Update privacy choices
Notícias

Prisão perpétua para líderes do Sendero Luminoso

AFP

Dez dirigentes da guerrilha maoísta Sendero Luminoso foram condenados à prisão perpétua pelo atentado com carro-bomba que matou 25 pessoas em Lima em 1992. Entre os condenados está o líder histórico do grupo, Abimael Guzman.

Reações

Leia também