Update privacy choices
Notícias

TSE arquiva pedido de exclusão de Lula das pesquisas

Yahoo Notícias
Plenário do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O Instituto Democracia e Liberdade (IDL) pediu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fosse excluído das próximas principais pesquisas Ibope, Datafolha, Paraná Pesquisas e Vox Populi, por estar preso. O ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto negou a ação.

Na solicitação, o IDL entendia que o petista deveria ficar fora dos levantamentos enquanto não forem suspensos os efeitos da sentença que o condenou. Lula está na prisão desde abril, em Curitiba, e é considerado inelegível por ter sido condenado em segunda instância, pela Lei da Ficha Limpa, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

LEIA MAIS:
Horário eleitoral no rádio e na TV começa nesta sexta
Tirar Lula do horário eleitoral seria decisão inédita do TSE, diz defesa

Para o ministro, que conversou com a reportagem do UOL, o instituto queria que o TSE mudasse as regras sobre pesquisas a essa altura da corrida “o que causaria insegurança jurídica às entidades e aos institutos de pesquisa”.

A Justiça Eleitoral determina que “os nomes de todos os candidatos cujo registro tenha sido requerido deverão constar da lista apresentada aos entrevistados durante a realização das pesquisas”, por isso, os institutos têm adicionado Lula.

Os advogados do IDL foram procurados e informaram que ainda estão avaliando uma manifestação.

48 Reações

Leia também