Update privacy choices
Notícias

TSE barra exigência de Meirelles para ser entrevistado por JN

Yahoo Notícias
Henrique Meirelles durante debate da TV Gazeta, em São Paulo, em 09/09/2018 (Ronaldo Silva/Futura Press)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, de forma unânime, uma ação do candidato à Presidência da República, Henrique Meirelles (MDB), que solicitava participações em entrevistas promovidas pelo Jornal Nacional, da TV Globo, e da Central das Eleições, da GloboNews. A decisão foi publicada pelo colegiado na tarde desta terça-feira (11).

Leia mais:
Sozinho, Meirelles gasta em campanha mais do que 26 partidos
Henrique Meirelles conquista direito de exibir imagem de Lula em campanha eleitoral

O candidato acionou a Justiça pelo direito de participar das entrevistas, exigindo que elas ocorressem nos mesmos moldes que as realizadas com os cinco presidenciáveis mais bem posicionados em pesquisa eleitoral do Ibope. Em agosto, os programas sabatinaram Ciro Gomes (PDT), Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede). A entrevista com Fernando Haddad, agora candidato do PT no lugar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi marcada para esta sexta (14).

O relator do processo, ministro Sergio Banhos, negou a liminar afirmando que representantes da emissora e dos partidos, incluindo o próprio MDB, fecharam um acordo em que concordavam que as entrevistas concedidas ao Jornal Nacional em 2018 seriam apenas com os cinco candidatos mais bem posicionados pelo levantamento. Todos os outros ministros acompanharam a decisão.

Banhos também ressaltou que, apesar do direito de participação dos candidatos em debates no rádio e na televisão tenha sido normatizado — com o convite apenas a candidatos de partidos que tenham, ao menos, cinco representantes no Congresso —, a decisão não se aplica às entrevistas.

Na visão da Corte, obrigar os veículos de comunicação a convidarem políticos para as entrevistas seria uma forma de ferir a liberdade de imprensa.

No último Datafolha, publicado na segunda (10), Meirelles apresentou oscilação entre 2% e 3% na intenção de votos.

44 Reações

Leia também