Update privacy choices
Notícias

Às vésperas das eleições, Palocci entrega provas de delação

Yahoo Notícias
Rodrigo Félix Leal/Futura Press

A delação de Antonio Palocci, homem forte nos governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, pode ganhar novos contornos a pouco mais de dois meses das eleições.

O acordo foi homologado em junho pelo desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Firmado com a Polícia Federal, a delação entrou em fase de produção de provas e documentação para que a Justiça possa determinar a pena e os benefícios do ex-petista.

Leia mais:

Lava Jato denuncia os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci

Palocci compromete Lula e Dilma em delação, diz jornal

Lula afirma que Palocci é “frio, calculista e simulador”

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, em setembro a defesa do ex-ministro termina de entregar todo o material para o desembargador. A delação de Palocci, que participou das decisões mais importantes do partido nas últimas duas décadas no PT, envolve delitos cometidos nos governos Lula e Dilma.

 

177 Reações

Leia também