Análise: com direito a recorde, trio brilha e carrega Boston Celtics para a vitória na NBA

Embora se enfrentem a cada três dias, Boston Celtics e Golden State Warriors têm guardado diferentes histórias para cada jogo das finais da NBA. No primeiro, Al Horford e Derrick White decidiram no fim. No segundo, Stephen Curry e o "aprendiz" Jordan Poole resolveram para os Warriors. Na noite desta quarta-feira, na primeira partida das finais no TD Garden, o trio dos Celtics, com direito a quebra de recorde, liderou a franquia de Boston para a vitória por 116 a 100 e o 2-1 na série.

Pela primeira vez desde o Los Angeles Lakers em 1984, três jogadores do mesmo time anotaram pelo menos 20 pontos, cinco rebotes e cinco assistências em um jogo de final de NBA. Foi a marca alcançada por Jayson Tatum, Jaylen Brown e Marcus Smart. Ao todo, o trio marcou 77 dos 116 pontos dos Celtics (Brown anotou 27 pontos, nove rebotes e cinco assistências; Tatum 26 pontos, seis rebotes e nove assistências e Smart 24 pontos, sete rebotes e cinco assistências.)

Maduro do início ao fim, o Celtics teve o controle de toda a partida, fato inédito na série. Após ótimo primeiro tempo, a franquia de Boston foi para o intervalo com 68 a 56 no placar.

No terceiro quarto, nem a mística do Golden State Warriors conseguiu derrubar a superioridade dos Celtics. Embora tenham vencido o placar parcial por 33 a 25, os Warriors continuaram atrás e não conseguiram cortar a vantagem até o fim da partida.

Para piorar a situação, Stephen Curry saiu de quadra machucado após disputa de bola no garrafão. Exames serão feitos para saber se a lesão preocupa para o jogo quatro, na próxima sexta-feira, às 22h, com transmissão da ESPN.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos