Análise: Com falhas defensivas e nas finalizações, Vasco ainda está em busca do equilíbrio

Tatiana Furtado
·1 minuto de leitura

Depois da primeira vitória no Carioca, sobre o Macaé, o Vasco parecia engrenar na Taça Guanabara. Mas o time voltou a cometer erros defensivos e a pecar nas finalizações. O empate em 2 a 2 com o Madureira foi justo, neste sábado, em Xerém.

Diante de um Madureira fechado e do forte calor em Xerém, o time de Marcelo Cabo se comportou bem no primeiro tempo. Achou espaços na defesa adversária no primeiro gol graças a Cano, que puxou a zaga e deixou Galarza livre.

Mas o artilheiro ainda não está na melhor forma - ficou fora nas últimas rodadas justamente para se recondicionar fisicamente - e perdeu duas boas chances. Uma delas claríssima já no fim do jogo, que valeria a vitória.

A equipe ainda não encontrou o equilíbrio no meio-campo, e aos laterais, bons, faltam entrosamento com os homens da frente.

A jovem defesa formada por Miranda e Ricardo Graça também deixou a desejar no momento que o Madureira se impôs na partida.

Cabo precisará de mais tempo para encontrar a formação e o equilíbrio ideal do Vasco. Mas talvez não a tempo de conseguir se recuperar na Taça Guanabara e garantir vaga nas semifinais.