Análise: Fluminense aposta no pragmatismo e se arrisca, mas leva a melhor sobre o Inter e se aproxima da Libertadores

·2 min de leitura

A vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Internacional, no Maracanã, pode ser considerada o triunfo o pragmatismo. Com um gol logo aos 3 minutos de jogo, os tricolores se apegaram a este resultado e moldaram sua atuação em torno dele. O técnico Marcão não teve vergonha de abrir mão do protagonismo da partida, mesmo com seu time jogando em casa, e apostou. Um risco que funcionou e deixou sua equipe mais próxima da vaga na Libertadores.

Foram três pontos que parecem até mais, já que foi um duelo entre concorrentes diretos. Em sétimo, o Fluminense chegou aos 51 e abriu quatro para o Internacional, que vem logo atrás. Na briga por uma vaga na Libertadores, a importância de se manter nesta colocação e ainda ampliar a diferença para seus perseguidores é grande. Afinal, neste momento apenas o G7 é certo. Isso porque Flamengo ou Palmeiras, segundo e terceiro colocados, ficarão com uma das vagas de campeão do torneio continental, abrindo mais uma no Brasileiro.

O caminho tricolor, no entanto, ainda é duro. No domingo, visitará ninguém menos que o líder Atlético-MG, embalado com a proximidade do título. Uma semana depois, vai a Salvador enfrentar o desesperado Bahia, que ocupa o Z4.

O gol que definiu o comportamento das duas equipes foi marcado por Fred, em pênalti marcado pela arbitragem após a bola bater no braço de Bruno Méndez. Foi o 101º do centroavante pelo Fluminense no Brasileiro. Ele se igualou a Pelé como quarto maior artilheiro por uma única equipe.

A partir daí, o Fluminense compactou suas linhas em frente à grande área e esperou o Internacional atacar. Acostumada a jogar de forma reativa, a equipe gaúcha claramente não soube lidar com a nova realidade. Teve 69% de posse e finalizou 11 vezes a gol contra seis do rival (apenas uma certa).

O que mais se viu foram os colorados rodando a bola em frente à área tricolor sem saber como infiltrar, o que só conseguiram com lançamentos pelo alto. Na única boa chance que criaram, Marcos Felipe fez grande defesa em cabeçada de Cuesta e salvou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos