Análise: Navarro faz movimento de longo prazo ao encaminhar transferência para o Palmeiras

·2 min de leitura

Rafael Navarro deve estar preparado psicologicamente para uma mudança de status. De referência no Botafogo, será mais uma peça no vasto elenco do Palmeiras ano que vem, caso confirme sua transferência para o clube paulista.

Os ganhos financeiros e de estabilidade na carreira são óbvios: contrato longo com aumento salarial, e garantia de recebimento em dia, seja no alviverde, seja emprestado para outro clube para ganhar minutagem.

O Palmeiras, com ele, vê a chance de fazer uma contratação nos moldes que agradam - atleta jovem, com potencial de evolução e, consequentemente, de revenda -, com um adicional importante: chega sem o clube precisar comprar seus direitos econômicos.

Mas existe uma diferença fundamental que ambos devem entender: Rafael Navarro é menos experiente que outros jovens que o Palmeiras buscou em outros clubes brasileiros.

Diferentemente de Luan Garcia, Gustavo Scarpa, Raphael Veiga, Zé Rafael e Rony, entre outros, Navarro chegará ao Palmeiras sem rodagem na primeira divisão. O bom cartão de visitas que apresentou em 2021 foi impresso em um papel de Série B, cuja competitividade é consideravelmente inferior, quando comparada às competições que o Plameiras frequenta: Série A e Libertadores.

Isso e mais a idade baixa, 21 anos, sinaliza que o atacante deverá ter um cuidado especial para não ser queimado, para as expectativas da torcida alviverde não serem muito superiores à realidade. Matheus Fernandes, volante muito promissor revelado pelo Botafogo, foi comprado aos 20 anos pelo Palmeiras. As partes não tiveram paciência e, duas temporadas depois, ele segue sem se firmar, com passagens apagadas pela Europa.

A dificuldade para um jovem se firmar no ataque do Palmeiras é enorme: a concorrência é grande, com Rony e Dudu soberanos. Além deles, há Breno Lopes, Deyverson à disposição de Abel Ferreira. Para se ter uma ideia, Arthur Cabral, destaque do Ceará no Brasileiro, chegou ao Palmeiras com 21 anos e simplesmente não conseguiu jogar. Com apenas cinco partidas e um gol, foi para o Basel, da Suíça, onde voltou a ser artilheiro e passou a ser chamado inclusive por Tite.

Navarro, se for para o Palmeiras e simplesmente não tiver espaço, terá de perseverar. É bom ter uma Série A no currículo para apresentar ao mundo. O atacante deixará o Botafogo antes disso acontecer.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos