Análise: Título coroa dinastia dos Warriors e mostra como Curry e companhia revolucionaram a NBA

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Responsável por revolucionar a NBA na última década, o Golden State Warriors conquistou o quarto título das últimas oito temporadas da liga profissional norte-americana de basquete. Stephen Curry e companhia têm mais um anel para colocar no dedo: ao vencer o Boston Celtics por 103 a 90 e fechar a série em 4 a 2, a franquia ergueu o sétimo troféu de sua história. Título para coroar uma dinastia.

Com o título, o Golden State Warriors garantiu seu sétimo troféu da NBA e desbancou o Chicago Bulls do Top-3 de maiores vencedores da liga. A franquia se tornou uma das mais vitoriosas dinastias da liga perdendo apenas para o próprio Celtics e o Los Angeles Lakers, que possuem 17 troféus cada.

A conquista também faz justiça para Stephen Curry, que finalmente pode comemorar o título de MVP das finais. O armador era cobrado por ser um dos poucos franchise players que não havia conquistado o troféu — nos outros três títulos dos Warriors, a conquista ficou com Andre Iguodala (2015) e duas vezes com Kevin Durant (2017 e 2018).

Isso porque é bem provável que ele merecesse o prêmio em 2015. Naquele ano, deram o MVP para Andre Iguodala (16,3 pontos, 5,8 rebotes, 4 assistências, 1,3 roubo) por conseguir "anular" LeBron James. Em 2022, Curry teve médias de 31,2 pontos, 6 rebotes, 5 assistências, 48% de aproveitamento geral e 44% de 3 pontos.

— Eu agradeço a Deus por poder jogar esses jogos no mais alto nível com todas essas pessoas maravilhosas. Nós sabemos o que isso significa, ganhar esse campeonato, depois do que aconteceu nos últimos três anos. No início da temporada, nós não sabíamos como seria, exceto pelas pessoas nessa quadra agora. É muito surreal — disse o armador.

Ao fechar a série em 4 a 2, os Warriors mostram porque as bolas de três da NBA tem a marca antes e depois de sua dinastia. E o título mostra que também é possível evolui-la. Não apenas por ter Stephen Curry e Klay Thompson, o maior e um dos maiores arremessadores da linha de três pontos da história, respectivamente. Mas por eles serem os responsáveis pelo resgate da franquia e usarem deste poder de fogo para moldar a partida como deseja.

No segundo quarto, principalmente, os Warriors abriram 21 pontos se seguidos — a maior arrancada da história das finais da NBA nos últimos 50 anos. Os Celtics se preocuparam tanto em marcar as bolas de três que esqueceram do resto. Curry e Thompson ainda podem respirar aliviado e saber que, mesmo se aposentarem, deixaram o legado chamado Jordan Poole, que tem tudo para seguir sendo o shooter da franquia por anos.

Quando não está preocupado em brigar, Draymond Green mostra porquê é um dos maiores defensores da liga. Responsável direto pela maioria dos 26 turnovers cometidos pelos Celtics. E ainda matou bolas de três decisivas ao longo da partida.

Os Warriors são o primeiro time na história das finais da NBA a ter todos os 5 titulares fazendo mais de uma cesta de três pontos em um mesmo jogo. A franquia também se tornou o primeiro time desde os Lakers de 1985 a conquistarem um título da NBA na casa do Boston Celtics.

— Significa que ganhamos (o torneio), que conseguimos tirar vantagem para vir aqui. Eu escutei todos os debates, todos os boatos. Mas no final do dia, tudo acaba sendo sobre o que fazemos na quadra. Não temos que falar sobre, temos que entrar em quadra e trabalharmos, é sobre isso. Nós sempre tivemos dúvidas, mas sabemos quão longa é a estrada, porque é muito difícil chegar a esse nível. Boston é um grande time, todos os times do Oeste são muito bons, mas de alguma maneira tínhamos que fazer nossa parte. Agradeço a cada membro desse clube — completou Curry.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos