Análise: Vitória sobre o Náutico mostra que Vasco não se abalou com saída de Zé Ricardo

A saída de surpresa de Zé Ricardo no último domingo parece não ter causado maiores impactos. No primeiro jogo sem o treinador, que pediu demissão para trabalhar no Japão, o Vasco não tomou conhecimento do Náutico. Sob o comando do interino Emílio Faro, conquistou uma vitória por 3 a 2, fora de casa, que o levou para o segundo lugar da tabela, com 21 pontos.

A posição é provisória, já que a rodada da Serie B terá continuidade nesta quarta e os cruz-maltinos ainda podem ser ultrapassados. No entanto, o máximo que o time pode perder é uma posição. Bahia e Sport, seus perseguidores mais próximos, se enfrentam esta noite. Logo, só um deles pode ultrapassar os vascaínos. E, em caso de empate, a equipe carioca seguirá na segunda colocação.

O triunfo ainda serviu para o time se manter confiante depois de perder Zé Ricardo. É com este moral elevado que os cruz-maltinos irão para o confronto contra o líder Cruzeiro, domingo, no Maracanã, com promessa de estádio cheio. Mais de 60 mil ingressos já foram comercializados.

O placar apertado não condiz com o que foi a partida. O time pernambucano foi limitado na construção de suas jogadas e deu muitos espaços para ser atacado. Sem nada a ver com isso, os cruz-maltinos fizeram valer sua superioridade e construíram a vitória com gols de Figueiredo Andrey Santos e Nenê.

Pelo pouco tempo de trabalho com o time, já se esperava que Emilio Faro não fosse mexer na forma da equipe jogar. Mas, individualmente, a partida reservou alguns destaques. Atrás, Danilo Boza foi bem em sua estreia como titular. No meio, Andrey Santos foi um dos grandes destaques da partida ao lado de Figueiredo. Por fim, Nenê cumpriu bem sua função de ser o principal articulador de jogadas.

Não é exagero dizer que os pernambucanos acharam seus gols. O primeiro saiu num chute de Thássio que desviou na zaga e enganou Thiago Rodrigues. O outro, num pênalti convertido por Jean Carlos já nos acréscimos. Além de terem atuado mal, ainda fizeram feio ao atrasar a partida em 15 minutos. O motivo: esqueceram as camisas na sede do clube. Um motoqueiro precisou buscá-las.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos