Ana Marcela Cunha é bicampeã nos 5 km e chega a 13 medalhas em Mundiais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A campeã olímpica Ana Marcela Cunha brilhou novamente na manhã desta segunda-feira. Em Budapeste, na Hungria, ela conquistou o bicampeonato nos 5 km em águas abertas no Campeonato Mundial, três anos depois de ter sido campeã nesta prova na Coreia do Sul. Com mais uma conquista, a brasileira de 30 anos chegou à 13ª medalha em Mundiais.

Inspirações e mudanças na rotina: Os segredos de Gabi, nova capitã da seleção brasileira de vôlei

Wimbledon: Bia Haddad aparece à frente de Serena Williams entre favoritas em casas de apostas; veja dicas

As 13 medalhas de Ana Marcela em Mundiais:

Bronze nos 5 km em Roberval (2010)*

Ouro nos 25 km em Xangai (2011)

Prata nos 10 km em Barcelona (2013)

Bronze nos 5 km em Barcelona (2013)

Ouro nos 25 km em Kazan (2015)

Prata nos 5 km em equipe em Kazan (2015)

Bronze nos 10 km em Kazan (2015)

Ouro nos 25 km em Budapeste (2017)

Bronze nos 5 km em Budapeste (2017)

Bronze nos 10 km em Budapeste (2017)

Ouro nos 5 km em Gwangju (2019)

Ouro nos 25 km em Gwangju (2019)

Ouro nos 5 km em Budapeste (2022)

*No extinto Mundial de Águas Abertas, não de Esportes Aquáticos

A vitória de Ana Marcela nesta segunda-feira veio após superar a francesa Angelie Murer, que conquistou a medalha de prata, e a italiana Giulia Gabbriellishi, que levou o bronze. A também brasileira Viviane Jungblut terminou a prova em sexto.

O estoque de medalhas de Ana Marcela pode receber mais duas unidades neste Mundial. Na quarta-feira, ela competirá nos 10 km, sua prioridade, e, na quinta-feira, participará dos 25 km, prova em que é tetracampeã.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos