Ana Paula Padrão repudia vereador que tentou silenciar parlamentar: “Clássico da cultura machista”

·2 minuto de leitura

A sessão da Câmara Municipal de Pedreiras (MA) foi palco de discussões entre os vereadores Katyene Leite (PTB) e Emanuel Nascimento (PL). Impedida de falar por duas vezes, o vereador chegou a arrancar o microfone da parlamentar. Foi depois de ver essa cena que Ana Paula Padrão decidiu se manifestar a respeito e subiu um vídeo repudiando a atitude do vereador.

“Eu nem fui atrás de saber a que partidos políticos eles são filiados, nem o assunto que eles estão discutindo naquele momento, porque isso não é relevante pra aquilo que eu quero comunicar nesse vídeo”, disse. “Essa cena não é uma exceção, ela acontece todos os dias em outros cenários da política brasileira, tanto que muita gente diz que deveria existir uma lei para proteger a mulher na política da Brasil”.

Leia também:

A jornalista lembrou que existe uma lei, 14.192, que foi aprovada em agosto deste ano, que protege mulheres contra violência política. “Ela qualifica como violência política contra a mulher qualquer ação ou omissão a impedir ou restringir a atuação da mulher no terreno da política. Ou seja, o que esse sujeito fez, é contra lei”.

Em sua defesa, o vereador emitiu uma nota falando sobre o assunto, dizendo que não fez nada de mais, que coisas piores acontecem em outras câmaras, e que ele não tocou em nenhum fio de cabelo da vereadora e que essa repercussão toda é puro sensacionalismo.

“Gente, tem muito homem que acha que gritar ‘não vai falar não’, não tem nada demais, isso é clássico da cultura machista do Brasil. E é por isso que eu estou aqui pontuando essa cena. Porque a gente não pode deixar de se escandalizar com ela, porque ela acontece todo dia, a gente não pode deixar de se indignar com ela, e nem de denunciar, principalmente agora, porque se tem lei, tem jeito”, comentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos