Andréia Sadi revela nascimento no carro e fala de beleza: 'Nunca me vi desse jeito'

1 / 2

andrea-sadi.JPG

A jornalista Andréia Sadi no ensaio para a "TPM"

Acostumada a dar notícias, a jornalista Andréia Sadi mudou de lado por alguns momentos e falou um pouco da sua trajetória e de sua rotina, pessoal e profissional, para a revista "TPM". Uma das histórias reveladas pela repórter de 32 anos é sobre seu nascimento. Dentro de um carro.

"Minha mãe  conta que a bolsa estourou quando estava tomando banho e tentou chegar ao hospital, que ficava na Avenida Paulista, mas, quando estavam na Alameda Campinas, percebeu que não tinha mais o que fazer. Bloquearam o trânsito, as pessoas no ônibus começaram a bater palma e eu saí tão forte que ela precisou me segurar com a batata da perna. Meu pai confirma que ela fez tudo sozinha", conta ela.

Andréia Sadi revela também que nunca foi vaidosa, mas que precisou aprender a cuidar mais da imagem e a se maquiar, por exemplo, por causa da profissão.

"Desde pequena, sempre fui a menos vaidosa entre as minhas amigas. Minha mãe nunca se importou com isso. Ela parava a escola. As mães das minhas amigas achavam que ela parecia a Luiza Brunet. Quando contava isso, ela ficava brava. Dizia que beleza não põe mesa. Na minha casa, isso era uma conversa que quase não existia. Nunca me vi desse jeito e nunca fui uma criança bonita, vivia brigando com a balança. Minha vaidade sempre foi a da profissão, de não perder o furo. Chego aqui [na Rede Globo] do jeito que dá, essa é a última coisa que estou pensando. Outro dia, no camarim, as meninas falaram: “Ai, você tá tão linda”. Respondi que essa era a maquiagem que elas tinham feito na noite anterior. Tive que aprender tudo. Até a usar demaquilante".