Andreas fala sobre adeus ao Flamengo: 'Não está nas minhas mãos'

Herói da vitória do Flamengo sobre o Tolima nesta quarta-feira, pela Libertadores, Andreas Pereira falou sobre seu último dia de contrato no clube, e a volta para o Manchester United.

“Eu não sou dono do meu nariz. O Manchester que decide essas coisas também. Eu gostaria de permanecer, mas não está nas minhas mãos 100%. Vou ver o que é melhor para mim e para o clube.”, disse o camisa 18.

O Flamengo tinha um acordo para pagar 10 milhões de euros, mas perdeu o prazo e até agora, no fim do empréstimo, não fez nova proposta. Na saída do estádio, Andreas comentou mais sobre a situação na zona mista.

"Eu tava focado no jogo. Falei para o meu empresário: 'Me deixa em paz, eu quero ganhar o jogo'. Vou comemorar com meus companheiros. Quando chegar no Brasil eu vou conversar com todo mundo e resolver", conversou Andreas

Andreas deixa a delegação e segue para Londrina a partir de agora, onde curte uns dias de férias antes de se apresentar ao clube inglês para pré-temporada em julho. Ele se despediu.

“Foi uma honra vestir o manto, não sei o que vai acontecer. Esse grupo é fantástico, o Flamengo é o maior clube do Brasil, da América do Sul. A relação entre eu e Flamengo sempre foi muito boa. Esse ano foi incrível, apesar de não ter ganhado os títulos. Se não der certo, vou sair com a cabeça erguida. Eu amo o Flamengo, sou Flamengo e certamente não é uma despedida. Eu vou voltar, tenho certeza".

Marcado por falha

O meia ficou marcado por ter falhado na final da Libertadores de 2021, contra o Palmeiras. Este ano, vinha de jogos fraquíssimos até um mês atrás. Mas voltou a jogar bem nas últimas partidas, após a saída do técnico Paulo Sousa.

Andreas Pereira fez sua parte para permanecer no Flamengo depois do erro que o marcou no fim da Libertadores de 2021. Além de aceitar uma oferta de 60% menos do que recebia de salário no contrato esboçado até 2026, o jogador mostrou serviço nas últimas partidas que antecederam o fim de seu empréstimo, que acaba na quinta-feira.

Não foi suficiente, pois o Flamengo decidiu que se fizesse uma oferta inferior aos 10 milhões de euros acordados com o Manchester United em fevereiro, ela seria mais baixa, só para constar. E nos últimos dias de Andreas no clube, não se mexeu.

O meio-campo de 25 anos já tem outros caminhos mais vantajosos a seguir, apesar de desejar ficar no Brasil e no Flamengo. O Fulham, da Inglaterra, acenou com a possibilidade de comprar o jogador por um valor entre 13 e 15 milhões de euros, e o United topou. A informação sobre a negociação foi revelada inicialmente pelo portal Uol. Recentemente, o estafe de Andreas também consultou informações sobre o Crystal Palace, time inglês cujo dono é John Textor, acionista do Botafogo.

O jogador fez força para ficar no Flamengo até a última reunião com a diretoria, que ocorreu recentemente. Mas o clube só ameaçou mudar de ideia sobre a decisão de não comprar o volante depois que demitiu Paulo Sousa, com quem Andreas teve desempenho ruim no começo do ano. O vice de futebol Marcos Braz afirmou que o Flamengo ainda estava se esforçando para manter Andreas, mas já ciente de que um novo empréstimo estaria descartado e que uma oferta diferente da que ele mesmo acordou com os ingleses há quatro meses não seria aceita.

O técnico Dorival Júnior, com quem Andreas subiu ainda mais de produção nas últimas partidas, deixou claro que a permanência seria importante, e deu recado para a direção na entrevista após a vitória sobre o América-MG.

- Para mim seria importantíssimo, a melhor contratação que faríamos neste momento, seria a manutenção do Andreas. Eu torço para que o presidente consiga encontrar um caminho e deixá-lo aqui. É um jogador diferente, que cabe em qualquer circunstância, em todos os sentidos. Participativo, inteligente para atuar. Não tenho dúvidas que ele pode crescer muito na nossa equipe.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos