Aneel homologa contratação de energia de reserva

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou neste sábado, em reunião extraordinária da diretoria, a homologação e adjudicação do resultado do 1º Procedimento Competitivo Simplificado (PCS) para contratar energia de reserva de novos empreendimentos de geração.

O PCS foi lançado pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (Creg) com o objetivo de agilizar a tramitação dos processos de contratação, como forma de enfrentar as dificuldades de escassez hidrológica que o país atravessa.

A contratação, ocorrida em 25 de outubro último, foi de 775,8 megawatts (MW) médios para aumentar o fornecimento de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

O abastecimento será destinado aos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul, regiões com predominância no consumo de energia elétrica.

O início do suprimento dessas usinas está previsto para 1º de maio de 2022. Os contratos têm duração até 31 de dezembro. Os investimentos previstos são da ordem de 5,2 bilhões de reais para agregar aproximadamente 1,2 gigawatt (GW) à potência instalada do país.

Foram contratadas usinas térmicas a gás natural, em sua maioria, além de geradoras fotovoltaicas e movidas a biomassa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos