Anestesista acusado de estuprar mulher em cesárea vai para mesmo presídio de Jairinho

SÃO JOÃO DE MERITI, RJ, 12.07.2022 - MÉDICO-ESTUPRADOR-RJ - A delegada Bárbara Lomba durante entrevista coletiva na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, em São João do Meriti, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (12). Bárbara fala sobre o caso do médico anestesista que estuprou uma mulher durante o parto. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
SÃO JOÃO DE MERITI, RJ, 12.07.2022 - MÉDICO-ESTUPRADOR-RJ - A delegada Bárbara Lomba durante entrevista coletiva na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, em São João do Meriti, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (12). Bárbara fala sobre o caso do médico anestesista que estuprou uma mulher durante o parto. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter preso o anestesista acusado de estuprar uma paciente durante uma cesárea no Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti. Ele deve ser transferido para o mesmo presídio onde está Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho.

Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante nesta segunda (11), após ser filmado por funcionárias do hospital colocando o pênis na boca da mulher desacordada, e passou por audiência de custódia nesta terça (12) em Benfica, na zona norte carioca.

Sua prisão foi convertida em preventiva, com prazo de 90 dias prorrogáveis, e ficou decidido que ele será levado ainda nesta terça para a Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8. A unidade da zona oeste recebe os detentos com nível superior.

É lá que está preso há mais de um ano o também médico e ex-vereador Jairinho, réu pelo homicídio do menino Henry Borel, filho de sua ex-namorada Monique Medeiros. Também já ficaram ali Sérgio Cabral, ex-governador fluminense, e Roberto Jefferson, ex-deputado e ex-presidente do PTB.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos