Anestesista preso começou estupro 50 segundos depois de marido da vítima sair

Anestesista foi preso por estupro durante parto (Reprodução)
Anestesista foi preso por estupro durante parto (Reprodução)

O anestesista Giovanni Quintella Bezerra, preso após ser flagrado estuprando uma grávida no momento do parto, teria começado o crime 50 segundos depois de o marido da vítima deixar o centro cirúrgico com o bebê. Segundo o portal g1, a informação consta no inquérito sobre o estupro, que foi concluído.

O inquérito ainda afirma que o médico aplicou medicamento, uma provável sedação, sete vezes na vítima. Os medicamentos usados foram cetamina e propofol. O estupro durou 9 minutos e 5 segundos. Ao todo, foram ouvidas 19 pessoas para concluir a investigação. A perícia confirmou também que a gravação, feita por mulheres da equipe médica, está íntegro e não tem edições.

O crime aconteceu no Hospital da Mulher Heloneida Studart no dia 10 de julho. A apuração, conduzida pela Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti, deve indiciar Giovanni Quintella Bezerra por estupro de vulnerável.

Segundo o portal g1, a previsão é que o inquérito seja enviado ao Ministério Público ainda nesta terça-feira (19).

Mesmo antes do fim da investigação, o anestesista já havia sido indiciado pelo MPRJ e denunciado à Justiça, que o tornou réu. Além da condenação, o Ministério Público pediu uma indenização à vítima.

Estuprador em série

Tudo indica que Giovanni Quintella Bezerra, médico anestesista preso em flagrante por estuprar uma mulher grávida que estava sedada durante uma cesárea, seja um criminoso em série, afirmou Bárbara Lomba, delegada responsável pelo caso, em entrevista à GloboNews nesta terça-feira (12).

"Tudo indica que ele seja um criminoso em série porque há muitos indícios de repetição desse tipo de crime. Até pela atuação dele, que não mostra muita preocupação na hora de executar o crime. Isso, então, indica que ele vem praticando há um tempo", disse ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos