Animador de festas infantis é preso por abuso sexual de seis crianças em MG

Animador foi preso após cinco anos de investigação - Foto: Getty Images
Animador foi preso após cinco anos de investigação - Foto: Getty Images
  • Animador de festas infantis foi preso após abusar sexualmente de ao menos seis crianças

  • O criminoso se aproveitava da profissão para conseguir ficar a sós com as vítimas

  • Ele vinha sendo investigado há cinco anos, quando aconteceu a primeira denúncia

Um homem que trabalhava como animador de festas infantis foi preso na última quarta-feira (1º) em Sete Lagoas, Minas Gerais, acusado de abusar sexualmente de pelo menos seis crianças.

Segundo informações do jornal O Globo, o suspeito tem 51 anos e foi preso na própria residência, no bairro Interlagos, onde praticou alguns dos crimes contra as vítimas de 4 a 12 anos.

O acusado, que não teve a identidade revelada, utilizava-se da profissão para conseguir se aproximar das crianças e ter momentos a sós com elas. Ele as chamava para “brincar” em outro cômodo e, neste momento, praticava o abuso.

A polícia constatou que alguns dos crimes foram cometidos na presença de familiares da vítima e até da própria esposa do suspeito, dona de um salão de beleza que funciona na casa onde vivem.

“Ele se aproveitava da profissão de animador de festa infantil para aliciar essas crianças até sua residência, onde praticava os abusos”, relatou a delegada Stephania Nunes Valgas, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Sete Lagoas.

Investigado há cinco anos

Ainda de acordo com a polícia, o homem era investigado desde 2017, quando foi apresentada a primeira denúncia contra ele.

Desde então, outras cinco mães procuraram a corporação com relatos semelhantes dos abusos praticados contra seus filhos. Entre as vítimas, está um sobrinho do criminoso.

A polícia continua investigando o caso e apreendeu objetos pertencentes ao acusado, como CDs e computadores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos