Anitta bloqueia ex-ministro Salles, após vídeo em que ele a critica por 'danças imorais'

·1 min de leitura
**Arquivo** BRASILIA, DF,  03.06.2020 - O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista à Folha, em seu gabinete, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
**Arquivo** BRASILIA, DF, 03.06.2020 - O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista à Folha, em seu gabinete, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) foi bloqueado nas redes sociais pela cantora Anitta, após ter publicado vídeo em que critica a artista por ter defendido o uso do verde e amarelo da bandeira brasileira.

Segundo Salles, a defesa da bandeira não pode ser feita "com letras esquisitas, danças imorais, uma série de coisas que são absolutamente incompatíveis com o verdadeiro valor da família, com os valores conservadores, com o que é o espírito do brasileiro", diz Salles no vídeo, enquanto são mostradas imagens de Anitta. Ele é pré-candidato a deputado federal pelo PL de São Paulo.

Anitta costuma criticar o governo de Jair Bolsonaro (PL) em declarações públicas, e por isso se tornou alvo de defensores do presidente.

No último sábado (16), Anitta bloqueou o presidente no Twitter, após a conta de Bolsonaro ironizar seu uso das cores nacionais em sua apresentação no Coachella.

Ela explicou que decidiu que vai ignorar Bolsonaro e seus apoiadores para evitar que ele tenha ganhos de imagem nessas interações.

"É que a estratégia deles agora mudou", disse Anitta. "Eles estão com uma equipe de redes sociais mais jovem e descolada para justamente passar essa imagem dele, fazer o público esquecer as merdas com piadas e memes da internet que faça o jovem achar que ele é um cara maneirão, boa praça."

"Então, nesse momento, qualquer manifestação contra ele por meio dos artistas vai ser revertido em forma de deboche pelas mídias sociais dele", escreveu. "Assim o artista vira o chato mimizento e ele o cara bacana que leva tudo numa boa."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos