Anitta não quer homenagens depois de morta: "Volto como alma penada"

Anitta fez desabafo no Twitter (Foto: Victor Pollak/Globo)
Anitta fez desabafo no Twitter (Foto: Victor Pollak/Globo)

Anitta não quer ser homenageada quando morrer. A cantora, de 29 anos, usou o Twitter nesta quinta-feira (2) para contar que já autorizou seus familiares a barrarem o que envolver seu nome quando partir. O assunto surgiu depois que um fã afirmou que ela deveria ganhar uma estátua na Avenida Paulista.

"Que a homenagem venha enquanto eu estiver viva porque se esperar eu morrer pra fazer as graças eu volto como alma penada para assombrar geral", escreveu ela.

O fã concordou com Anitta e afirmou que a cantora tem sido muito atacada, mas as mesmas pessoas que praticam o hate farão homenagens quando ela não estiver mais aqui. Ainda ligada nos comentários, Anitta garantiu ao fã que nada disso acontecerá.

"Você acha que eu já não disse pra minha família que é pra barrar tudo? Quer colocar meu nome numa escola? Numa rua? Quer fazer um enredo de escola de samba? Homenagem em prêmio? Pois que faça comigo vivinha. Esse biscoito está desautorizado se for esperar eu morrer", finalizou a cantora.

Alguns internautas acharam o assunto mórbido e pediram para Anitta nem falar sobre isso para não atrair energia ruim. Outros concordaram com o posicionamento da cantora e ficaram orgulhosos da sua maturidade.

Falando em homenagem, na última terça-feira (31) Anitta teve sua estátua de cera finalizada para o Madame Tussauds, museu famoso por abrigar "celebridades de cera" do mundo todo. A artista e o museu compartilharam o vídeo do resultado nas redes sociais. Na imagem, artista aparece usando um cropped do clipe "Girl From Rio", uma calcinha do figurino do Rock in Rio e shorts jeans. Poderosa, né?

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos