Anitta produz filme sobre Ludmila Dayer, em que ela fala sobre a esclerose múltipla e crises de pânico

Ludmila Dayer fará a sua estreia como diretora de um longa no documentário “Eu”. Amiga dela, a cantora Anitta é produtora associada, junto com Thiago Pavarino. O filme, autobiográfico, terá também algumas dramatizações. Nele, Ludmila fala da sua luta contra crises de ansiedade e de pânico e também do diagnóstico de esclerose múltipla.

O filme é uma coprodução entre Brasil e Estados Unidos. Ludmila detalha seu processo de autoconhecimento e revela as ferramentas que a ajudaram a superar as doenças.

E mais: após revelar doença, Ludmila Dayer fala sobre vontade de fazer explante de silicone

Rodrigo Santoro: ator fala da família e explica por que deixou as novelas

— O que eu passei foi muito revelador. Me senti tão sortuda que não podia guardar isso só para mim. O "EU" é um filme que fala sobre todos nós em algum momento da vida. É um filme de consolo e apoio a todos que em algum dia se sentiram sozinhos ou perderam a direção — conta ela, que também é responsável pela fotografia, pela edição, pelo roteiro e pela produção executiva, por meio da sua produtora, a Lupi Productions.

Anitta também comenta seu envolvimento no projeto:

— Ludmila é uma grande amiga. Me identifiquei muito com a sua jornada de cura, que expõe de forma bonita e sincera suas vivências. Acho que o documentário tem tudo para ajudar e inspirar muita gente em diversos aspectos, como aconteceu comigo.