Anitta: quem é o produtor que já trabalhou com Drake e Ariana Grande apontado como novo affair da cantora

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Anitta contou, em recente entrevista, que estava apaixonada, sem revelar o nome do felizardo que ganhou seu coração. Chegou a dar pistas, citando que ele falava inglês e não era latino. Pois bem. Fãs curiosos de plantão ligaram os pontos: apontam que a artista, de 29 anos, vive um romance com o produtor, DJ e compositor canadense Murda Beatz.

O burburinho ficou ainda mais forte depois das imagens dele se divertindo à beça na festa junina promovida pela cantora em sua casa, no Rio. Os dois fizeram até dupla em gincanas durante o evento.

Murda é figura conhecida no métier artístico internacional. Só para se ter uma ideia, ele, que tem 28 anos, já trabalhou com nomes de peso da música, como Ariana Grande, Cardi B, Nicki Minaj, Chris Brown, Lil Wayne, além do rapper Drake.

E é claro: Anitta. Os dois se apresentaram juntos durante o show da Poderosa no Festival de Coachella, em abril deste ano. E ainda repetiram a dobradinha na canção "No Más", produzida por Murda e prevista para ser lançada no mês que vem.

Batizado Shane Lee Lindstrom, Murda (nome artístico) cresceu na cidade de Fort Erie, na região do Rio Niagara, próximo à fronteira com os Estados Unidos.

Ele também foi citado pela revista "Forbes", no fim de 2020, como umas 30 personalidades com menos de 30 anos com mais destaque no universo da música. Suas produções chegaram ao topo de paradas e até indicações a premiações.

Em sua página nas redes sociais (só no Instagram, por exemplo, ele é seguido por mais de 2 milhões de pessoas), costuma compartilhar registros do seu trabalho, eventos com os amigos e bastidores de produções que esteja envolvido, além de cliques com a mãe e o pai.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos