Aniversário do Armistício de 1918 assinalado em todo o mundo

Passaram esta sexta-feira, 11 de novembro, 104 anos desde a data em que as armas se calaram na maior guerra que o mundo tinha visto até então.

França

O presidente francês Emmanuel Macron cumpriu a tradição: Depositou uma coroa de flores e reavivou a chama na sepultura do soldado desconhecido, no Arco do Triunfo, em Paris.

O dia do armistício de 1918 é comemorado, um pouco por todo o mundo, par lembrar não só os mortos na primeira grande guerra, como os caídos em todas as guerras.

Bélgica

O dia foi também assinalado na Bélgica, palco de algumas das mais sangrentas batalhas na guerra de 14-18. A cerimónia e a parada militar em Bruxelas, em que participaram representantes de forças armadas de vários países, assinalaram também o centenário da inumação do soldado desconhecido, junto à coluna do congresso, na capital belga.

Reino Unido

Em Londres, a cerimónia deste ano teve uma especial importância, já que foi a primeira vez em cinco anos que se ouviram os sinos do Big Ben, que funcionam de novo depois de um longo período de reparações e restauro. As cerimónias repetiram-se em várias cidades do Reino Unido. O ministro dos negócios Estrangeiros, James Cleverly, participou na cerimónia em Paris e lembrou a luta da Ucrânia contra a agressão russa.