Ano novo histórico para a Croácia, que adere ao euro e entra na área Schengen

FRONTEIRA DE BREGANA, Croácia (Reuters) - [A Croácia entra em 2023 passando por duas mudanças históricas: o país membro mais jovem da União Europeia ingressou no espaço Schengen, que abre as fronteiras da UE, e aderiu ao euro como moeda oficial, cumprindo assim ambições de longa data de maior integração com a Europa.

Na passagem de fronteira com a vizinha Eslovênia, na cidade croata de Bregana, a polícia removeu as placas fronteiriças à meia-noite e uma barreira foi levantada pela última vez, antes de ser instalado um cartaz com os dizeres "passagem livre", simbolizando o fim dos controles de fronteira.

"Se há momentos históricos, momentos especiais que nos dão grande honra e quando testemunhamos a conquista de objetivos estratégicos de um Estado, este é um desses dias", disse o primeiro-ministro Andrej Plenkovic em uma cerimônia em Bregana.

Ele estava acompanhado pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que saudou a cerimônia como "um dia para comemorar".

Plenkovic e von der Leyen mais tarde visitaram a capital Zagreb, onde compraram café em uma cafeteria usando euros, que substituem a moeda kuna da Croácia. Depois que um garçom trouxe os cafés para uma mesa ao ar livre, Plenkovic pagou o produto com um punhado de notas de euro, enquanto von der Leyen, sentada ao lado dele, aplaudia a cena.

A Croácia entrou na União Europeia em 2013. Tornou-se o 27º país a aderir ao espaço Schengen e o 20º a adotar o euro como moeda.

(Por Antonio Bronic)