Antes de sumir, Bruno Pereira denunciou pescadores do Vale do Javari

Bruno Pereira e Dom Phillips estão desaparecidos desde o dia 5 de junho (Foto: CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images)
Bruno Pereira e Dom Phillips estão desaparecidos desde o dia 5 de junho (Foto: CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images)

O indigenista Bruno Pereira, desaparecido desde o dia 5 de junho, no Amazonas, denunciou pescadores do Vale do Javari que estavam atirando contra equipes de fiscalização na região. A informação consta em áudio enviado por Bruno em maio, e foi divulgada pela TV Globo e Rede Amazônica.

No áudio, o indigenista cita uma reunião que ocorreria no dia 3 de junho na Comunidade São Rafael, local onde ele e Dom Phillips estiveram no dia em que desapareceram.

O encontro tinha o objetivo de barrar o avanço da pesca ilegal de pirarucu na terra indígena.

"A gente está preparando uma reunião, uma articulação para a Câmara de Vereadores e a Prefeitura [de Atalaia do Norte] na Comunidade São Rafael. [...] Os maiores e grandes invasores da terra indígena aí. Eles vão perder o manejo do pirarucu que demorou 10 anos para eles tirarem", disse Bruno, no áudio.

Ainda na gravação o indigenista afirma que os pescadores que atuam ilegalmente atiraram contra equipes de fiscalização.

"São esses caras que estão atirando na equipe, esses caras que atiraram na base. Não só do São Rafael, [do] São Gabriel, os carinhas de Benjamin [Constant] e outros de Atalaia [do Norte]".

Apesar de marcada, a reunião prevista para ocorrer no dia 3 de junho não chegou a ser realizada. Segundo a Prefeitura de Atalaia do Norte, o prefeito Denis Paiva tinha um compromisso urgente em Manaus. Dois dias depois, Bruno e Dom desapareceram.

Mesmo diante disso, no dia 5 de junho, antes de voltar para Atalaia do Norte, o indigenista ainda tentou se reunir com um líder comunitário conhecido como "Churrasco", para falar sobre a Vigilância Indígena na região.

O encontro estava pré-agendado, no entanto, quando chegou na comunidade, o líder não estava e o indigenista conversou apenas com a esposa de Churrasco.

Depois disso, Bruno e Dom seguiram viagem para Atalaia do Norte, e foram vistos pela última vez próximo à comunidade São Gabriel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos