Antes de entrar no ‘BBB 21’, Carla Diaz teve preparação com mentora de carreiras

Carol Marques
·1 minuto de leitura

A palavra que mais se escuta dentro do “BBB 21” (e olha que só tem uma semana!) é descontruir. Todos parecem ter adotado a expressão da moda para justificar erros e acertos dentro da casa. Alguns dos participantes, no entanto, se prepararam de fato para a montanha russa de emoções que enfrentam num jogo como este. Foi o caso de Carla Diaz. Assim como Pocah e Fiuk, que consultaram coaches e professores, a atriz também passou por uma mentoria de carreira.

A responsável foi Gis Oliveira, que já trabalha com perfis de candidatos de reality há alguns anos. Fernando Medeiros, do “BBB 15”, por exemplo, teve sua consultoria. As duas se aproximaram quando Carla descobriu o câncer na tireoide e ao receber o convite para o “Big Brother Brasil” decidiu que faria algo por outros pacientes que, como ela, viveram a ansiedade gerada pela doença.

A mentoria não diz como a pessoa deve se comportar dentro do programa, mas aponta algumas estratégias para evitar roubadas que podem tirar um participnte em potencial da final e o que focar na carreira após uma exposição como esta proporciona. “Existem os dois lados. Se a pessoa sabe aproveitar o potencial que o reality traz, ela dá um salto na carreira. Pegando o ‘BBB 20’ isso fica muito claro”, opina Gis: “A Carlinha quer que as pessoas a conheçam de verdade, quem é o ser humano por trás das personagens famosas que fez. Até aqui está conseguindo isso muito bem. Além de dar voz às pessoas que passam pelo mesmo que ela passou e mostrar que existem possibilidades após um episódio destes”.