Antonia Fontenelle desiste de briga na Justiça com filhas de Marcos Paulo e fica com R$ 4 milhões da herança

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Nove anos após a morte de Marcos Paulo, e a briga pela herança do diretor parece ter chegada ao fim. A viúva Antonia Fontenelle decidiu pôr um fim na batalha judicial que travava com as três filhas do ex-marido e ficar com 12,5% do patrimônio deixado por ele. Ou seja, dos R$ 25 milhões da fortuna, Fontenelle terá direito a R$ 4 milhões.

A notícia foi divulgada pela própria Antonia nas redes sociais na última quinta-feira. Na ocasião, a apresentadora alfinetou as ex-entedas e também a atriz Flávia Alessandra, mãe de Giulia Costa, a caçula de Marcos Paulo.

"Não aguento mais essa história. Para quem acha que vivo de herança, neste exato momento, estou fazendo as filhas do Marcos Paulo imensamente felizes. Estou dando, o que não lhes é de direito. Estou dando de presente de Natal os milhões que vocês tanto lutaram par ater", disse ela nos stories.

"Vocês só vão ter porque estou dando para vocês. Devo dizer que não são só as filhas do Marcos Paulo. Dona Flávia Alessandra também, que se esconde atrás da Giulia. Então, meninas, vocês têm que me amar agora. Estou dando milhões para vocês", provocou.

"Eu sei que vocês não são capazes de se reinventar como eu. Estou dando (o dinheiro) para vocês largarem o meu santo. Agora, corram para resolver tudo porque as pessoas que precisam desses 12% estão necessitadas. Estou dando de presente para vocês, mas também vou dar prazo", finalizou Antonia.

Ela e Marcos Paulo viveram juntos entre 2005 e 2012 e tinham contrato de união estável. O diretor deixou um documento em que determinava que 60% de sua fortuna deveria ficar para a mulher.

Após dele, no entanto, Mariana Simões, filha de Marcos Paulo com Renata Sorrah, e Giulia Costa, do relacionamento com a atriz Flávia Alessandra, pediram a invalidação do documento. Nos anos seguintes, as decisões foram sempre favoráveis à viúva, em 2013, 2014 e 2017. Em 2019, Flávia e Mariana tentaram mais um recurso, mas Antonia saiu novamente vitoriosa.

Segundo Antonia, quando a Justiça a reconheceu como herdeira de Paulo, surgiu a questão da porcentagem da fortuna à qual ela tem direito.

No longo desabafo, Antonia revelou que as duas partes passaram a disputar pela venda da cobertura dexada por Marcos Paulo, que, segundo ela, ainda não foi vendida.

"Não foi vendida porque sempre tem uma história que dá problema. Sempre tem uma que consegue ser pior que as outras e diverge de tudo. Ou porque não está precisando ou porque o lance é que veio nessa vida para me ferrar mesmo. Não sei qual o problema porque é bonita, rica e famosa. Teoricamente é bem casada e tem uma família linda", alfinetou.

"Não consigo entender por que não resolve para que cada uma siga sua vida e não fique essa energia. Vocês são testemunhas de que, caramba, não sou mais essa barraqueira. Muita gente achou um dia que eu era (barraqueira) por falar e gritar quando pisam no meu calo", continuou.

"A cobertura não foi vendida e tem uma amiga que quer comprar por 'x' à vista. Pasmem. Todas concordam, menos a mocinha de sempre. E ontem veio uma proposta: 'A gente vende a cobertura para a sua amiga desde que você aceite aqueles 12% que queremos te dar desde sempre'. Vocês acreditam?. Agora, ela aceita vender a cobertura desde que eu aceite aqueles 12% e não brigue mais pelos 50%, que me é de direito", finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos