Anvisa aprova CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

Criança é vacinada contra Covid-19 no Rio de Janeiro

Por Pedro Fonseca

(Reuters) - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade, a ampliação do uso emergencial da vacina contra Covid-19 CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos.

A vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan já tinha autorização da Anvisa para uso em crianças a partir de 6 anos, e agora teve a faixa etária ampliada.

As áreas técnicas da Anvisa recomendaram aos cinco diretores da agência a aprovação da ampliação da faixa etária da vacina apontando que as evidências cientificas disponíveis "sugerem que há indicativos de benefícios para utilização da vacina na população pediátrica".

O esquema de vacinação aprovado é de duas doses, com intervalo de 28 dias.

A CoronaVac foi o primeiro imunizante aplicado no Brasil contra a Covid-19, em janeiro de 2021, e por um período foi a vacina mais utilizada no país contra a doença.

Até o momento, o imunizante tem apenas autorização para uso emergencial, independentemente da faixa etária, mas o Butantan formalizou este mês pedido à Anvisa para concessão do registro definitivo da vacina.

Além da CoronaVac, apenas a vacina da Pfizer tem autorização para aplicação em crianças no Brasil atualmente. O imunizante da Pfizer está liberado para maiores de 5 anos de idade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos