Anvisa aprova uso de remdesivir para tratar crianças com Covid

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, nesta segunda-feira (21), a ampliação de uso remdesivir para uso pediátrico no tratamento da Covid-19.

A aprovação inclui bebês e crianças a partir de 28 dias com três quilos ou mais que apresentem um quadro de pneumonia e que necessitam do uso suplementar de oxigênio.

O medicamento também pode ser usado em crianças pesando menos de 40 quilos que não requerem administração suplementar de oxigênio e que apresentam risco aumentado de progredir para Covid-19 grave.

O remdesivir é um antiviral que impede a replicação do vírus no organismo, diminuindo o processo de infecção. Ele foi o primeiro medicamento aprovado para pacientes de Covid-19.

Na época, ele era indicado somente para pessoas hospitalizadas com quadro de pneumonia e que precisam de suporte de oxigênio, desde que não estejam em ventilação mecânica.

O medicamento já teve seu registro aprovado ou obteve aval para uso temporário concedido por agências de outros 50 países, como Estados Unidos, Canadá, Suíça e Austrália.