Anvisa autoriza e Butantan vai começar testes de soro anti-covid em humanos

·1 min de leitura
Instituto Butantan vai começar testes do soro anti-covid em pacientes imunossuprimidos (Foto: Reprodução/Instituto Butantan)
Instituto Butantan vai começar testes do soro anti-covid em pacientes imunossuprimidos (Foto: Reprodução/Instituto Butantan)
  • Anvisa autorizou Butantan a começar testes do soro anti-covid em humanos

  • Estudos serão feitos com pacientes imunossuprimidos, como transplantados de rim e oncológicos

  • Testes têm como objetivo atestas a segurança e a efetividade do soro

Na última sexta-feira (15), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o Instituto Butantan a começar os testes em humanos do soro anti-covid. O medicamento seria uma forma de tratar a doença após o contágio.

Inicialmente, os testes do Butantan serão feitos em dois hospitais: Hospital do Rim e Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Os testes serão feitos com pacientes imunossuprimidos, tanto com pessoas que passaram por transplante de rim quanto com pacientes oncológicos.

Leia também:

Todos os voluntários envolvidos têm mais de 30 anos e tiveram diagnótico de covid-19 por exame RT-PCR há, no máximo, 5 dias.

Estudo será dividido em fases

A testagem do soro anti-covid será dividia em fases. Nas duas primeiras, o objetivo é avaliar a segurança e a eficácia, além de avaliar a dose necessária. O soro é intravenoso e feito em aplicação única.

Na etapa A da fase 1, o soro será aplicado em 30 pessoas transplantadas de rim, enquanto na B, receberão o medicamento 30 pacientes oncológicos com câncer de órgão sólido. Na fase 2, o número de participantes aumenta: 558 pessoas, 558 pessoas, entre transplantados de órgãos sólidos e pacientes oncológicos, todos fazendo terapia imunossupressora.

Segundo o Butantan, soro anti-covid seria uma possibilidade importante em especial para o público que, por alguma razão, não podem tomar a vacina. O instituto ainda ressalta a importância dos testes em imunossuprimidos, visto que a mortalidade de pessoas neste grupo pode ser superior a 65%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos