Anvisa avalia uso da CoronaVac em crianças a partir de 3 anos

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) analisa nesta quarta-feira a extensão do uso da CoronaVac em crianças a partir de 3 anos no Brasil. Com isso, a Diretoria Colegiada considera a relação risco-benefício para a faixa etária. Ainda não há vacinas aprovadas no país para crianças abaixo de 12 anos. Só a da Pfizer é permitida para jovens de 12 a 17 anos.

Atualmente, o imunizante, da Sinovac Biotech com o Instituto Butantan, só pode ser aplicado em pessoas maiores de 18 anos. A CoronaVac é aplicada em duas doses, com intervalo de 28 dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos