Anvisa dá aval à importação de 4 milhões de doses extras da vacina Coronavac a SP

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO / SÃO PAULO / BRASIL - 23/06/21 - :00h -  Pessoas que querem escolher qual vacina tomar Movimentação na  UBS Jardim Japão, Vila Maria Alta Frasco da vacina Coronavac  ( Foto: Karime Xavier / Folhapress) .
***ARQUIVO***SÃO PAULO / SÃO PAULO / BRASIL - 23/06/21 - :00h - Pessoas que querem escolher qual vacina tomar Movimentação na UBS Jardim Japão, Vila Maria Alta Frasco da vacina Coronavac ( Foto: Karime Xavier / Folhapress) .

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou nesta sexta-feira (9) um pedido do governo de São Paulo para importar, de forma excepcional, 4 milhões de doses extras da vacina Coronavac, fabricadas pela empresa chinesa Sinovac.

Segundo a agência, o aval prevê a chegada das doses em duas parcelas: a primeira com 2,7 milhões de doses e outra com 1,3 milhão.

O pedido havia sido feito na quinta-feira (8). Um dia antes, o governador paulista, João Doria (PSDB-SP), anunciou a compra das doses diretamente do laboratório chinês, que tem uma parceria com o Butantan.

Na ocasião, Doria disse que a previsão era que a primeira parcela chegasse ainda nesta semana, e o restante até 26 de julho. O objetivo é antecipar a vacinação no estado.

Em nota divulgada nesta sexta, a Anvisa diz que o aval foi concedido com base em uma resolução própria e lei que autoriza a importação de vacinas diretamente pelos estados.

Até então, importações anteriores haviam sido feitas pelo Instituto Butantan. Em janeiro, o laboratório obteve aval para uso emergencial da vacina no país.

A Anvisa diz ainda que a Coronavac, por já ser amplamente utilizada, poderá "ser importada e utilizada na população brasileira nos mesmos moldes que já vem sendo utilizada no país desde a sua aprovação".

O órgão frisa ainda que a decisão desta sexta também autoriza novas importações, "desde que mantidas exatamente as mesmas condições".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos