Anvisa discute com a Janssen dose de reforço da vacina contra a covid-19

·2 minuto de leitura
a principal questão, agora, é compreender
Profissional de saúde prepara para aplicar a vacina da Janssen (Foto: AFP / Robyn Beck)
  • A Anvisa se reuniu com a Janssen para discutir a possibilidade de uma dose de reforço

  • O imunizante contra a covid-19 é aplicado em dose única

  • A agência informou que a principal questão é compreender "se e quando essas doses serão necessárias"

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, fez, nesta sexta-feira (27), uma reunião com a Janssen para discutir a possibilidade de uma dose de reforço da vacina produzida pela empresa contra a covid-19. O imunizante da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, é aplicado em dose única.

A agência informou que "o objetivo é acompanhar todos os dados, tanto aqueles que fazem parte das pesquisas diretas conduzidas pela Janssen, como dados de outras publicações que possam contribuir para a avaliação sobre a necessidade de uma dose de reforço da vacina".

Leia também:

Em função do impacto que uma nova dose de imunizantes pode ter no sistema de vacinação do país, a Anvisa destacou que a principal questão, agora, é compreender "se e quando essas doses serão necessárias".

Depois da reunião, a Anvisa informou ainda que "até o momento, não há dados conclusivos sobre necessidade de dose de reforço da vacina da Janssen, nem sobre o seu uso como dose de reforço para pessoas que tomaram outras vacinas".

Estudos do laboratório

A vacina da Janssen (Foto: AFP / Patrick T. FALLON)
A vacina da Janssen (Foto: AFP / Patrick T. FALLON)

Na última quinta-feira (25), a Johnson & Johnson anunciou que apoia uma aplicação de dose de reforço para o imunizante.

Um estudo conduzido pela empresa indicou que a dose de reforço ajuda a aumentar os níveis de anticorpos produzidos pela vacina.

O anúncio feito pela companhia acontece ao mesmo tempo em que o mundo debate a possibilidade de uma terceira dose de outras vacinas, como a da Pfizer, CoronaVac e também a Oxford/AstraZeneca.

Nesta semana, o governo federal anunciou que começará a aplicar a dose de reforço na população a partir de 15 de setembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos