Anvisa envia análise da Sputnik para OMS e reafirma presença de vírus replicante

O Globo
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA— Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reafirmou que foi identificada presença de vírus replicante na vacina Sputnik V e afirmou que enviou sua análise à Organização Mundial de Saúde (OMS) e a outras autoridades regulatórias estrangeiras.

— A Anvisa foi acusada de mentir, de atuar de maneira antiética e de produzir fake news sobre a identificação do adenovírus replicante— afirmou o diretor-presidente da instituição, Antonio Barra. — A diretoria colegiada da Anvisa atendendo estritamente ao interesse público sobre vacinas da Covid-19 esclarece que as informações sobre a presença de adenovírus replicantes constam dos documentos entregues à Anvisa pelo desenvolvedor da vacina Sputnik V.