Anvisa nega certificado de boas práticas à fabricante da vacina contra a Covid-19 Covaxin

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou o Certificado de Boas Práticas de Fabricação para a Bharat Biotech, laboratório indiano que desenvolveu a vacina contra a Covid-19 Covaxin. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira.

A decisão foi assinada pela gerente-geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária, Ana Carolina Moreira Marino Araújo. O documento é um dos requisitos para obtenção de registro ou autorização emergencial de uso para vacinas no Brasil.

O certificado é concedido após análise das condições de fabricação das empresas produtoras da vacina. Essas companhias devem estar de acordo com as normas de segurança e qualidade estabelecidas pela Anvisa.

Em fevereiro, o Ministério da Saúde informou que comprou 20 milhões de doses da vacina Covaxin da Precisa Medicamentos/Bharat Biotech.

O cronograma da pasta prevê a importação de 8 milhões de doses em março, 8 milhões em abril e 4 milhões em maio. No entanto, o uso da vacina no país depende da aprovação da Anvisa.