Anvisa recebe pedido de registro definitivo da CoronaVac

O Instituto Butatan apresentou na sexta-feira à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de registro definitivo da vacina CoronaVac, utilizada contra a Covid-19. O imunizante tem sido utilizado com base em uma autorização de uso emergencial, concedida em janeiro de 2021.

De acordo com a Anvisa, o prazo de análise é de 60 dias. O pedido será avaliado por três áreas distintas: Medicamentos (que avalia os aspectos de segurança e eficácia), Inspeção e Fiscalização (avalia boas práticas de fabricação) e Farmacovigilância (monitora a vacina o início do eu uso no país).

As outras três vacinas contra a Covid-19 utilizadas no Brasil — AstraZeneca, Janssen e Pfizer — já têm registro definitivo na Anvisa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos