Anvisa recebe solicitação de registro da vacina CoronaVac

Vacina Coronavac está em uso emergencial no Brasil desde janeiro de 2021. (Foto: Getty Creative)
Vacina Coronavac está em uso emergencial no Brasil desde janeiro de 2021. (Foto: Getty Creative)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou neste sábado (9), que recebeu a solicitação de registro da vacina CoronaVac. O imunizante está em uso emergencial no Brasil desde 17 de janeiro de 2021.

O requerimento apresentado na sexta-feira (8) deve seguir critérios estabelecidos pela Anvisa para pedidos de registros que tenham relação com o novo coronavírus. A regulamentação prevê, por exemplo, a possibilidade de análise com prioridade e o estabelecimento de termo de compromisso, da mesma forma que ocorreu com outras vacinas contra a Covid-19 já autorizadas no Brasil.

A agência tem 60 dias para examinar o pedido, e o processo é feito simultaneamente por três áreas do órgão: a de Medicamentos, a de Farmacovigilância e a Inspeção e Fiscalização.

Coronavac

A CoronaVac foi a primeira vacina aplicada no Brasil contra a Covid-19. Ela foi criada por cientistas da farmacêutica chinesa Sinovac, e passou a ser produzida em parceria com o Instituto Butantan, do governo do estado de São Paulo. O imunizante é feito a partir do vírus inativado do coronavírus. Esse processo garante que o vírus seja incapaz de se reproduzir e infectar o indivíduo que recebe a vacina. Ao mesmo tempo, sua presença aciona o sistema de defesa do corpo humano, provocando resposta imunológica suficiente para ensinar o organismo como se defender de um futuro ataque do vírus em sua integridade. Em comparação com outras vacinas que já estão em uso no combate ao Covid-19 e que utilizam outras técnicas, a vacina inativada costuma apresentar taxas de eficácia menores. Entretanto, ela é segura e assegura proteção para a Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos