Anvisa simplifica processo para aquisição de equipamentos de saúde

BRASÍLIA — A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) simplificou nesta quinta-feira o processo de aquisição de aparatos para atuar no combate ao coronavírus. A partir de agora, Equipamentos de Proteção Individual (EPI) — traje utilizado pela equipe médica —, e ferramentas eletromédicas, como o ventilador pulmonar, poderão entrar no país de maneira mais ágil caso já tenham sido aprovados em países com legislações parecidas com a do Brasil.

Entre os países citados pela Anvisa estão: Estados Unidos, Canadá, Japão, Reino Unido e membros da União Europeia. Nesta quinta-feira, a Anvisa também aprovou oito novos testes rápidos para efetuar o diagnóstico do novo coronavírus. Os novos testes permitidos pelo órgão conseguem fornecer um diagnóstico em até 15 minutos.

Em nota, a agência afirmou ainda que atuará para permitir a entrada de equipamentos que foram comprados na Ásia pela empresa Vale para doação ao Sistema Único de Saúde (SUS). Além dos EPIs e de ventiladores, a Vale adquiriu também insumos e testes diagnósticos.

Até o momento, o Brasil tem 621 casos confirmados do novo coronavírus, a maior parte deles está no estado de São Paulo, que registra 286 ocorrências. Em seguida aparece o Rio de Janeiro, com 65 casos. O país já registra 7 mortes causadas pela Covid-19.