Anvisa tira site do ar após ataque hacker com bandeira da Argentina

·1 minuto de leitura
O site da Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária sofreu modificações nesta quarta-feira, após um ataque hacker feito em uma de suas páginas.(Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
O site da Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária sofreu modificações nesta quarta-feira, após um ataque hacker feito em uma de suas páginas. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Onde constava o formulário para as pessoas que pretendem entrar no Brasil, havia uma bandeira da Argentina;

  • Nele, os viajantes respondem perguntas relacionadas à saúde;

  • A Anvisa afirma que irá acionar a Polícia Federal.

O site da Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária sofreu modificações nesta quarta-feira, após um ataque hacker feito em uma de suas páginas. Onde constava o formulário DSV (Declaração de Saúde do Viajante), de preenchimento obrigatório para as pessoas que pretendem entrar no Brasil, havia uma bandeira da Argentina com a seguinte frase: "não ficamos de quarenta (sic) para passear pelos seus servidores. vamos ser expulsos também?".

O formulário é de preenchimento obrigatório para todos, brasileiros ou não, que pretendem ingressar no país. Nele, os viajantes respondem perguntas relacionadas à saúde.

Leia também:

A Anvisa afirma que irá acionar a Polícia Federal, conforme publicou o Valor Econômico. O site deve passar por atualizações ainda hoje para que o formulário volte ao ar.

No último dia 5, domingo, a Anvisa interrompeu uma partida de futebol pelas Eliminatórias da Copa do Mundo entre Brasil e Argentina. O duelo foi interrompido aos 6 minutos do primeiro tempo, depois que agentes da Anvisa entraram em campo para ordenar a retirada de quatro atletas argentinos que teriam descumprido normas sanitárias de quarentena ao entrarem no país.

Segundo a agência, os quatro atletas deram informações falsas e ocultaram que estiveram no Reino Unido nos últimos 14 dias. Por regras sanitárias de enfrentamento da Covid, eles não poderiam ter entrado no Brasil, para evitar a disseminação de variantes do novo coronavírus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos