Ao contrário de Bolsonaro, Mourão diz que processo eleitoral nos EUA foi 'correto'

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura
Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo/03-11-2020

BRASÍLIA — Ao contrário do presidente Jair Bolsonaro, que insiste que houve fraude na eleição presidencial dos Estados Unidos, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta segunda-feira considerar que o processo eleitoral foi "correto". Mourão ressaltou que todas as contestações apresentadas pela campanha do presidente Donald Trump foram rejeitadas pela Justiça.

— Todas as reclamações que foram apresentadas perante as diferente justiças estaduais, elas foram devidamente analisadas e a Justiça não deferiu essas contestações. Então, eu julgo que o processo eleitoral foi correto — disse Mourão, em entrevista à rádio Gaúcha.

Na semana passada, após o Congresso validar a vitória de Joe Biden na Justiça, Bolsonaro repetiu alegações falsas da campanha de Trump e disse que "ninguém pode negar" que houve irregularidades na disputa.

— O pessoal tem que analisar o que aconteceu nas eleições americanas agora. Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda? Falta de confiança no voto. Lá o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente que votou três, quatros vezes. Mortos votaram. Foi uma festa lá. Ninguém pode negar isso daí.

A tese de que mortos votaram foi desmentida pelas autoridades eleitorais republicanas da Geórgia, quando Trump tentou convencê-las a adulterar o resultado da eleição no estado, em que Biden venceu.