Ao vivo: CPI da Covid ouve ex-assessor da Saúde que intermediou encontro com suposto pedido de propina por vacina

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — A CPI da Covid, no Senado, ouve hoje o tenente-coronel Marcelo Blanco, ex-assessor do Ministério da Saúde que teria intermediado encontro onde houve o susposto pedido de propina para a compra de vacina. Segundo o policial militar Luiz Paulo Dominguetti, que dizia representar a empresa Davati Medical Supply, Blanco estava no jantar em que o PM alega ter recebido a proposta de propina de Roberto Dias, ex-diretor de Logística da pasta, por uma suposta venda de imunizantes da AstraZeneca ao governo federal. O tenente-coronel é apontado como intermediador da reunião, que ocorreu em um shopping de Brasília. O coronel abriu uma empresa poucos dias antes da conversa, o que levantou suspeitas no colegiado.

ASSISTA AO VIVO

Segundo o GLOBO apurou, o principal argumento de Blanco à CPI será de que ele foi enganado por Dominguetti. O policial se anunciava como um representante comercial que poderia vender ao Brasil 400 milhões de doses da vacina Astrazeneca, mas não tinha nem sequer autorização do laboratório.

O militar admite que, após ser procurado por Dominguetti, em fevereiro, viu a oportunidade de negociar os imunizantes para a iniciativa privada. Na época, ele já tinha deixado o cargo de assessor na Saúde. Blanco abriu uma consultoria três dias antes do jantar com o policial e, cerca de um mês depois, incluiu atividades ligadas à área da saúde no escopo das atividades da empresa.

Blanco tem um Habeas Corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que lhe permite ficar em silêncio durante seu depoimento à comissão. A decisão foi dada em meados de julho pelo presidente da Corte, o ministro Luiz Fux, para que o depoente fique isento de responder perguntas que possam lhe incriminar. No entanto, ao GLOBO, o tenente-coronel disse que responderá aos senadores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos