Ao vivo: CPI da Covid ouve empresário acusado de financiar rede de 'fake news'

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O empresário bolsonarista e presidente do PTB em São Paulo, Otávio Fakhoury, presta depoimento nesta quinta-feira à CPI da Covid, no Senado. Ele é apontado por integrantes da comissão como um dos principais financiadores de uma rede de disseminação de fake news e de apoio a atos antidemocráticos durante a pandemia. Essas manifestações pediram, entre outros pontos, os fechamentos do Congresso e do Supremo Tribunal Federal STF), além de intervenção militar. O empresário já é investigado no inquérito das fake news que tramita na Corte.

ASSISTA AO VIVO

O ministro do Supremo Luís Roberto Barroso concedeu um habeas corpus ao depoente que lhe permite ficar em silêncio diante das perguntas dos senadores.

Mensagens em posse da CPI da Covid revelam diálogos de Fakhoury com Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, preso por suspeita de participar de uma milícia digital voltada para ataques antidemocráticos. Nos diálogos, Jefferson ressalta que atuava publicamente para pedir a demissão dos onze ministros do STF. Fakhoury, então, afirma que seria necessário "o apoio" das Forças Armadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos