Aos 11 anos, Duda Batista é indicada a melhor atriz coadjuvante em premiação de Cinema

Aos 11 anos, Duda Batista foi indicada ao prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no 21ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, que acontece em agosto. A indicação se deu pela atuação da atriz mirim pelo trabalho dela no filme “Depois a louca sou eu”, na qual interpretou a protagonista Dani, dividindo o papel com Débora Falabella.

O curioso é que Duda é concorde ao prêmio com atrizes adultas, como Bárbara Paz, Danielle Winits, Denise Weinberg, Agatha Moreira, Débora Bloch, Mônica Iozzi, Totia Meireles, Cristina Pereira e Yara Novaes.

“Duda é uma atriz sensacional aos oito anos de idade", afirmou a diretora do longa Julia Rezende, na época das gravações.

Duda estreou na TV na novela “A dona do pedaço”, interpretando Vivi na infância, personagem que foi de Paolla Oliveira. Logo depois, ela integrou o elenco de “Éramos seis”, com a personagem Emily, filha caçula de Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e Zeca (Eduardo Sterblitch).

Realizada pela Academia Brasileira de Cinema e Arte Audiovisuais, a premiação do audiovisual Nacional voltará a ser presencial este ano. Ao todo serão 32 prêmios escolhidos pelo júri formado por profissionais associados à Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos