Aos 18 anos, Mc Soffia explora sensualidade em novo clipe e fala de bissexualidade: ‘Não vou esconder'

Aos 18 anos, sendo mais da metade deles dedicados à música, MC Soffia mostra que cresceu no seu recém-lançado clipe “Novinha da lancha”. Com muita ousadia e sensualidade, a rapper paulistana aparece de biquíni ao lado de outras mulheres apresentando uma letra e figurinos provocantes e ressignificando a expressão “Velho da Lancha” “(agora, quem pilota a lancha é ela - e claro, quem mais colar junto”.). A música, escrita por ela, fala de ostentação e liberdade sexual feminina.

“Estou passando a mensagem de empoderamento, a de que nós, jovens negras, podemos ter destaque, independência e a de que reconhecemos nossa força e poder”, explica Soffia, que desde que ganhou destaque mundial ao cantar na abertura dos Jogos Olímpicos 2016, no Rio, aos 12 anos, junto com Karol Conká, vem se destacando com posicionamentos e combatendo o preconceito racial.

“Eu escrevo (minhas músicas) sempre a partir da minha vivência. O público que me acompanhava quando eu era pequena hoje deve ter a mesma idade mais ou menos do que eu. Então, entendem bem a minha mensagem. Minha luta continua sendo contra todas as opressões impostas pela sociedade: racista, machista, homofóbica e muito mais”, diz.

A postura confiante e madura também é vista quando ela fala abertamente sobre sua sexualidade. Recentemente, Soffia revelou ser bissexual.

“Sou uma jovem livre, vivendo intensamente cada momento da minha vida e não tenho nada a esconder. Ter me colocado também é uma forma de luta. Foi bem natural, acho que já nasci bissexual, e minha família sempre me apoiou e explicou sobre muitas coisas da vida. Não vou dizer que é fácil, porque a sociedade é homofóbica, mas não tem como me esconder para deixar a mente dos homofóbicos em paz. Quanto às experiências (com meninas) sabe como é: eu vivo a vida!”, reflete.

“Novinha da lancha” é o primeiro single das cinco faixas do EP Rapper, que ela vai lançar dia 7 de dezembro pela Boia Fria Produções. No clipe, ela também usa um look poderoso e cheio de representatividade, que mistura elementos do universo dos rappers com o (desejo de resgate) da bandeira do Brasil.

O álbum terá ainda em seu repertório as canções inéditas “Lady da Quebrada”, “Realeza”, “Postura da Fama” e “Baile na Quadra”.

“É um trabalho lindo, feito com muito carinho, responsabilidade e uma equipe maravilhosa”, diz a artista.

Assista ao clipe "Novinha da lancha":