Aos 38, Cleo não tem medo de envelhecer: “Acho sexy ter 40 anos”

Bárbara Saryne
·1 minuto de leitura
A atriz abriu o coração no 'Prazer Feminino' (Foto: Reprodução/Instagram/@cleo)
A atriz abriu o coração no 'Prazer Feminino' (Foto: Reprodução/Instagram/@cleo)

Além de atriz, cantora, filha de Fábio Júnior e Gloria Pires, Cleo sempre foi vista como uma mulher empoderada e símbolo sexual. Nesta quinta-feira (8), a artista postou fotos de biquíni e, após chamar atenção com seu corpão, desabafou sobre envelhecimento nas redes sociais. Segundo ela, que está com 38 anos, a chegada dos 40 não assusta em nada.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Confesso que acho sexy ter 40 anos, tenho zero neura com idade”, escreveu no Twitter. Muitos seguidores ficaram chocados achando que a musa já está com essa idade. Cleo, então, avisou que falta pouco, mas ainda não chegou lá. “Não tenho 40 ainda, tô falando que acho sexy”, explicou.

Leia também

O comentário fez com que muitas mulheres se sentissem à vontade para contar como lidam com a idade. “Queria ter essa sua mente, minha irmã! Esse ano faço 40 em dezembro e nos 39 já tive ataque de pânico”, comentou uma fã. “Fiz 40 em outubro. Confesso que ainda não me acostumei com o número somado ao que vejo no espelho”, desabafou outra. “Cleo, você será sexy até os 100”, elogiou mais uma.

Na quarta-feira (6), Cleo foi muito elogiada por ter perdido peso. A artista, porém, minimizou a conquista. “Muita gente falando ‘como emagreceu rápido, passa as dicas’. Um dia eu conto tudo para vocês, mas não emagreci de uma hora pra outra. Estou há dois anos em uma luta não para emagrecer, mas para ficar saudável e, por consequência, acabei emagrecendo. Nem todos os corpos são assim. Acho importante ter em mente que corpos mudam, pessoas mudam. A gente tem fases e momentos que devem ser respeitados”, explicou.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube