Aos 40 anos, Ibrahimovic se recusa a parar, mas admite: 'Tenho dores no corpo todo'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Ibrahimovic fez 40 anos sem previsão de parar de jogar. Segundo ele, a aposentadoria acontecerá apenas quando tiver a certeza de que é impossível continuar.

Em entrevista ao "The Guardian", afirmou que existe um preço que paga em termos físicos.

- Essa manhã eu acordei com dores no corpo todo, mas enquanto eu tiver objetivos, enquanto eu sentir a adrenalina, eu vou continuar. Vou continuar até onde eu puder. Não quero ter o arrependimento de parar e depois, em alguns anos, pensar que eu poderia ter continuado porque eu estava me sentindo bem. É melhor eu estar completamente acabado e dizer que não consigo mais. Mas eu ainda consigo.

Questionado se estava atrás de dinheiro ou fama a essa altura da carreira, ele negou:

- Não estamos falando de ficar famoso ou de assinar um novo contrato. Eu não preciso disso. A única coisa que me faz continuar é a adrenalina. Eu sinto dores no corpo todo e mais dois seguidores nas redes sociais não vão me curar. Ganhar mais dinheiro não vai me curar, nem ganhar atenção. O que me cura é a adrenalina.

Aos 40 anos, ele tenta levar a seleção da Suécia à Copa do Mundo do Qatar e, pelo Milan, acumula bons números na temporada: em nove partidas, fez cinco gols e deu uma assistência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos